TreeBlitz - primeiro evento da VERDE

Atualizado: 29 de out. de 2021

A VERDE nasceu por causa das Gigantes Verdes e por isso só fazia sentido começarmos a nossa jornada pública junto delas. O Tree Blitz nasce como um twist dos bioblitz, eventos relâmpagos de inventariação da biodiversidade de determinado local. Focado nas árvores e na vida que depende delas, é um evento de celebração da sua existência e onde as conhecemos ao detalhe, porque só assim as podemos preservar.



Tudo começou pelas 8h00 do dia 29 de maio de 2021, no carvalhal da Casa da Porta, no Torno, um dos locais eleitos para acolher este nosso primeiro evento. Connosco esteve a Milene Matos, coordenadora do Setor de Conservação da Natureza e Educação Ambiental do Município de Lousada e especialista em mil e uma coisas. Até às 12h explicou e demonstrou a todos como estas Gigantes podem ser casa de aves, mamíferos, anfíbios e répteis, passando também pelo bosquete do lago da Casa do Rio, onde os espelhos de água escondem imensa vida.


 
 

Durante a tarde, com mais participantes, continuamos com as atividades de reconhecimento das Gigantes e da sua vida associada. Com três grupos a funcionar em simultâneo a conhecer e explorar diferentes formas de vida.


Além da nossa equipa maravilha que conduziu os participantes no reconhecimento dos detalhes de cada Gigante, contámos ainda com a Inês Silva, especialista em líquenes, briófitas e outros seres epífitos que nos ajudou a conhecer estes pequenos organismos que vivem sobre as árvores, mas também com o Hugo Gaspar e a Lucie Mota, do FlowerLab de Coimbra, especialistas em polinizadores e nas relações que estabelecem com diferentes plantas.


 
 

Após a pausa para lanchar/jantar, tivemos o magnífico concerto das Makawee, o coro da Associação NovaTerra, na ilha do lago, onde juntámos (espaçadamente) algumas pessoas para reconectar com a natureza durante o belíssimo pôr do sol que nos acompanhou.


 
 

Logo de seguida começou a atividade incluída no Fim-de-semana da vaca-loura (Lucanus cervus) do Projeto VACALOURA.pt onde foram vistas dezenas de escaravelhos de grandes dimensões que dependem diretamente destas grandes árvores e que satisfizeram os olhos de todos.


A noite chegou e com ela vieram os morcegos e as borboletas noturnas, os últimos grupos foco das atividades deste dia já longo. O Nuno Pinto e o João Nunes foram os responsáveis por nos apresentarem e dar a conhecer cada um destes grupos através de métodos diretos e indiretos de captura que permitem identificar cada espécie no local.


 
 

Depois de 17 horas junto de Gigantes, lá acabámos este grande evento, felizes por tudo o conseguido e por termos dado este grande passo junto dos que nos seguem. Em breve há mais e contamos consigo para nos ajudar a conhecer o mundo que nos rodeia. Esteja atento à nossa agenda.






23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo