Manifesto

A VERDE é uma associação criada para integrar a conservação e regeneração da natureza no dia-a-dia dos portugueses. Sabemos que a natureza tem a magia de fazer acontecer cada ciclo por si só e, por isso, queremos agir como uma mão quase invisível, implementando ações concretas, com o  mínimo de intervenção possível e, assim, atingir os máximos resultados de preservação. Através da criação de estratégias estudadas de forma meticulosa pela nossa equipa de biólogos e ecólogos ligados ao mar e à terra, mas também de economistas, juristas, designers e profissionais de comunicação, queremos valorizar o território e assegurar a sua preservação através de um plano estratégico de ações com impacto a curto e a longo prazo. Este é o maior desafio que temos a honra de assumir.

DSC_9715.jpg
1_DSC_9650.jpg

Criámos a VERDE em 2021. Através deste nome pretendemos deixar claro que nos queremos fundir e não sobrepor à paisagem existente. A VERDE surge do culminar de muitos anos de trabalho dos seus representantes em prol da preservação da natureza. Surge também da necessidade da criação de um organismo independente que possa dar corpo e consolidar todo o trabalho desenvolvido neste espaço de tempo. 

É uma associação sem fins lucrativos, sediada em Lousada e, atualmente, co-gestora do Projeto Gigantes Verdes juntamente com a Câmara Municipal de Lousada. 

Em Lousada, o Município tem vindo a ter um papel preponderante nas ações ambientais locais, adotando uma estratégia que tem sido premiada nos últimos anos. Os membros fundadores da associação têm tido o privilégio de ajudar a levar a cabo a implementação destas ações, através de uma visão holística das necessidades locais. Foi neste contexto que percebemos estar perante um momentum crescente de envolvimento da comunidade em prol da conservação da natureza. Um momentum que mostrou à VERDE o poder do envolvimento da comunidade com a natureza circundante. Um momentum que nos inspira e mostra a urgência de replicar estas e outras ações noutros locais. Um momentum há muito esperado por todas e todos os envolvidos e que deve ser aproveitado para implementar e fomentar um novo olhar sob a preservação e a ligação primordial de cada um de nós à natureza. 

IMG_6966-Pano.jpg

A VERDE nasce deste momentum, mais especificamente de um projeto muito especial para os seus fundadores: Gigantes Verdes. Coordenado pelo nosso presidente, João Gonçalo Soutinho, este projeto surgiu no final de 2017 com o objetivo de conhecer o arvoredo de grande dimensão do concelho de Lousada. Rapidamente percebeu que a informação compilada poderia ser utilizada para ter um real impacto em prol da preservação destas estruturas naturais, que estão distribuídas por todo o território e são geridas pelas gentes desta terra. Um projeto que cresceu e que, em 2021, chegou ao ponto de nos fazer ver que é fundamental, não só, saber onde estão estas árvores, mas também como podemos encontrar soluções duradouras para a sua preservação. Um trabalho começado na casa-mãe, Lousada, que temos a esperança de expandir ao resto do país.

É com muita alegria que a VERDE apresenta aqui o seu manifesto, onde se compromete através de uma visão de futuro criar uma estratégia de ação presente, onde a preservação dos ecossistemas e a harmonização da relação Homem-Natureza é a sua grande missão:

  1. A VERDE quer valorizar o território e os seus elementos naturais;
     

  2. A VERDE quer trabalhar para restaurar e regenerar os locais e a paisagem onde a biodiversidade a preservar está inserida;
     

  3. A VERDE quer trazer uma visão holística e integrada ao conceito de preservação da natureza;
     

  4. A VERDE pretende criar soluções palpáveis, urgentes e realistas em prol da preservação da biodiversidade;
     

  5. A VERDE considera fundamental elevar e empoderar a comunidade na proteção e regeneração dos elementos naturais da sua paisagem;
     

  6. A VERDE pretende criar mecanismos de remuneração direta e indireta de apoio à conservação e preservação da natureza;
     

  7. A VERDE pretende integrar a conservação da natureza no território, trabalhando questões ambientais, mas também sociais e económicas, desenvolvendo modelos de negócio sustentáveis e sem fins lucrativos, investindo no território e no crescimento da atuação da associação;
     

  8. A VERDE procura ser futuro agindo no presente e propor-se a uma aprendizagem constante. Quer por isso, estar aberta a todas as ideias que ainda vão surgir, a todos os conceitos que vão ter de ser revistos, a todas as estratégias que ainda vão ser inventadas e ajustadas, a todas as descobertas que vamos ter a sorte de fazer para que a nossa ação seja sempre e ainda mais VERDE.